Total de visualizações de página

terça-feira, 14 de julho de 2009

O ENCONTRO DE MICHAEL JACKSON E FREDDIE MERCURY


Michael, Freddie e o baixista John Deacon


Brian May, guitarrista do QUEEN, ficou furioso depois que "ladrões de músicas" se aproveitaram da morte de MICHAEL JACKSON para lançar canções inéditas do Rei do Pop cantando juntamente com Freddie Mercury.
Michael Jackson e Freddie Mercury trabalharam juntos na década de 80 em algumas músicas que nunca haviam sido lançadas oficialmente.
Apesar de que tenho a impressão de ter ouvido "State of Shock" na rádio nos anos 80 ou 90.
Confira 2 delas logo abaixo:

Freddie Mercury and Michael Jackson - State Of Shock



Freddie Mercury and Michael Jackson - More To Life Than This

MÚSICA PRA MALHAR

Na semana passada voltei a minha rotina de exercícios , ou melhor, estou tentando voltar: corrida de 6,5Km (30 min) na esteira e musculação. No primeiro dia esqueci meu MP4, e tive que aturar as músicas que tocam na academia: Funk, axé e bate estaca eletrônico.
Minha pergunta é: quem disse que esse tipo de música é propício pra malhar?
Eu já não gosto de fazer exercícios, e isso se torna uma atividade insuportável quando sou obrigado a ouvir esse tipo de música; me dá um desespero, uma vontade louca de fazer tudo com pressa pra ir embora e me livrar desse tormento.
Ouvindo as músicas da minha seleção do MP4, às vezes é até legal malhar.
Então aproveitando que ontem foi o "Dia Internacional do Rock", aí estão algumas canções que acho perfeitas pra prática do exercício físico, e estão sempre no meu playlist. Afinal pra mim, todo dia é dia de Rock.

LED ZEPPELIN - IMMIGRANT SONG


FAITH NO MORE - EPIC


FASTWAY - SAY WHAT YOU WILL


RED HOT CHILLI PEPPERS - SUCK MY KISS


BARÃO VERMELHO - PENSE E DANCE


OZZY OSBOURNE - CRAZY TRAIN


TITÃS - LUGAR NENHUM


AUDIOSLAVE - COCHISE


COVERDALE PAGE - SHAKE MY TREE


METALLICA - SAD BUT TRUE


VAN HALEN - DREAMS


DEEP PURPLE - HIGWAY STAR


AC/DC - YOU SHOOK ME ALL NIGHT LONG

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Banco Imobiliário dos Beatles


Seguindo exemplo de bandas como Kiss e Megadeth, chegou a vez do quarteto de Liverpool estampar o jogo Banco Imobiliário. O jogo foi lançado em Agosto o ano passado.
O preço médio é U$38. As propriedades ganharam nomes de discos e músicas dos Beatles e as companhias fazem referências a shows famosos.




Aqui a lista das proprirdades e endereços representados no jogo:
* Tabuleiro: Apple Studios
* Park Place: Abbey Road Studios
* Verde: Abbey Road, Hey Jude, Let It Be
* Amarelo: Magical Mystery Tour, The Beatles, Yellow Submarine
* Vermelho: Yesterday…and Today, Revolver, Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band
* Laranja: Beatles VI, Help!, Rubber Soul
* Rosa: Something New, Beatles For Sale, Beatles '65
* Azul Claro: Introducing the Beatles, The Beatles' Second Album, A Hard Day's Night
* Roxo: Please, Please Me, With the Beatles
* Compania de Luz e Água: Shea Stadium, Candlestick Park
* Taxa Comum: Taxman
* Taxa Luxo: Ticket To Ride
* Pewter Tokens: Walrus (I Am The Walrus), Sun (Here Comes The Sun), Raccoon (Rocky Raccoon),
* Octopus (Octopus's Garden), Strawberry (Strawberry Fields Forever), Hammer
* (Maxwell's Silver Hammer)
* Dinheiro: Love: "All You Need Is Love"
* Casas: Nome de Casas de Shows que os Beatles já tocarma (branco)
* Hotéis: Nome de Concertos (preto)

STAR WARS NO QUINTAL

O fotógrafo e ilustrador canadense chamado Chris McVeigh chama a atenção do mundo com uma série de imagens muito bem humorada. Ele usa figuras da série de filmes Guerra nas Estrelas pra montar cenas envolvendo esquilos do jardim da casa dele, em Halifax, Nova Scotia. Usando amêndoas como isca pra atrair os bichinhos que "contracenam" com stormtroopers - soldados fiéis ao vilão Darth Vader. E o fotógrafo registra esses momentos únicos... ( ele jura que não usa nenhum tipo de programa pra manusear as imagens)
Resultado: as fotos chamaram tanta atenção que Mcveigh foi entrevistado pelo site de George Lucas (Lucasfilm.com), que mostrou parte do trabalho.

Trailer do documentário com Jimmy Page, The Edge e Jack White

Já está na Internet um trailler do aguardado documentário “It might get loud”, que enfoca três guitarristas de estilos diferentes e a relação deles com o instrumento: os personagens são Jimmy Page (Led Zeppelin), o The Edge (U2) e o Jack White (White Stripes). O filme coloca esses três pra conversar, contar histórias de infância e, obviamente, pra tocar. Entre outras curiosidades, é mostrada a casa onde foi composta a clássica “Stairway to Heaven” e o estúdio onde o The Edge construiu os riffs do último disco do U2, na Irlanda. No dia 14 de agosto estréia nos cinemas dos Estados Unidos. Com direção de Davis Guggenheim, o mesmo de UMA VERDADE INCONVENIENTE,“It might get loud” deve estrear no fim do ano no Brasil.

Assista ao trailler:

Letra inédita do George Harrison!


A Biblioteca Britânica ganhou um novo souvenir dos Beatles. É uma letra desconhecida do George Harrison, com data de 1967 e que foi encontrada pelo biógrafo dos Beatles, Hunter Davies, no chão do estúdio Abbey Road,. Ele recolheu alguns manuscritos que simplesmente estavam jogados por lá, como lixo. Davies topou com a música quando fazia pesquisas pra uma nova edição da biografia oficial dos Beatles, que foi relançada recentemente, mais de 40 anos depois da original. George não chegou a gravar essa música, que também não tem título. Harrison tinha 24 anos quando escreveu a letra. Na época, o Fab Four se dedicava às sessões de gravação do álbum “Sargeant Pepper´s Lonely Hearts Club Band”.

Confira uma tradução da letra:

"Fico feliz por dizer que é apenas um sonho
Quando topo com pessoas como você,
"É apenas um sonho, e você o torna obsceno
Com as coisas que você pensa e faz.
Você é tão inconsciente da dor que carrego
E tem ciúmes pelo que não pode fazer.
Há momentos em que sinto que não há esperança para você
Mas também sei que isso não é verdade."

terça-feira, 7 de julho de 2009

LEONI NA LONA CULTURAL DE JACAREPAGUÁ - 03 de Julho de 2009


Temperatura agradável, céu estrelado, a Lona cheia de gente bonita; ambiente perfeito pra uma noite de boa música. E foi nesse clima que rolou a apresentação de Leoni. Fui surpreendido logo de cara, porque imaginei que seria um show de voz e violão, e Leoni veio acompanhado de uma super banda, que conta com guitarista Gustavo Corsi (ex-Picassos Falsos), Lourenço na bateria e Andrea Spada no contra-baixo acústico.
O público cantava todas as músicas a plenos pulmões, inclusive algumas que eu nunca tinha escutado antes, e logo descobri o motivo quando Leoni avisou que suas músicas novas estavam disponíveis para dowloud grátis no site www.leoni.art.br; e depois percebi que havia vários fã-clubes presentes.
Tão empolgado quanto a platéia estava Leoni, que pulava, dançava e ficava visivelmente sotisfeito ao ver a galera cantando de cor e com vontade as suas músicas.
O repertório alternou sucessos do Kid Abelha ("Fórmula do Amor", "Educação Sentimental 2"), Heróis da Resistência ("Nosferatu", "Esse Outro Mundo", "Doublé De Corpo"), carreira solo ("Canção Prá Quando Você Voltar", "As Cartas Que Eu Não Mando"), e sucessos em outras vozes como "Exagerado" (parceria com Cazuza e Ezequiel Neves) e "A Chave da Porta da Frente" (composta com Frejat e gravada no último disco do Barão Vermelho); mostrando que Leoni é um verdadeiro hitmaker.
Da fase do Kid destaco como minha favorita "Os Outros", que por mais bizarro que seja ouvir saindo da boca de Leoni frases como "Eu tenho mil amigos/Mas você foi o meu melhor namorado", a música é tão bonitinha e singela que esse detalhe fica sem importãncia.
É interessante vê-lo juntar "Como Eu Quero" e "Só Pro Meu Prazer", e ele justifica a sequência por se tratar de duas letras que mostram sentimentos egoístas, e que a maioria das pessoas acham que são duas canções de amor.
Leoni deixo o palco com pedidos estéricos de bis,e volta pra tocar "Por Que Não Eu" e a belíssima e triste "50 Receitas" (outra parceria com Frejat).
Depois, todo mundo vai embora satisfeito...