Total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de julho de 2013

7 de Julho de 2013 - ZECA BALEIRO NA LONA DE JACAREPAGUÁ

Antes de tudo, quero pedir desculpas pela péssima qualidade da fotografia que ilustra a postagem. Acabei esquecendo de levar a câmera, e me celular novo apesar de ser bem melhor que antigo, não consegue fazer boas fotos em ambiente com pouca luminosidade.
Mas vamos ao show...
Zeca Baleiro volta à Lona de Jacarepaguá, para uma apresentação nos mesmos moldes da primeira: sozinho no palco, no esquema voz e violão. Dessa vez o público foi menor, provavelme pela concorrência da Festa Julina que rolava no Retiro dos Artistas.
Como já escrevi aqui no Blog, Zeca Baleiro é aquele tipo raro de artista que consegue aliar inteligência, talento, carisma, irreverência e bom humor; e a todo momento ele arrancava gargalhadas do público, e o dominava usando também o seu carisma e simpatia, além de seu maior trunfo: sua coleção de ótimas composições.
Mesmo assim, lembrando o saudoso Chorão, Baleiro abre o show com "Proibida Pra Mim", inaugurando logo na entrada o grande coral formado pela platéia, que sabia quase que 100% do setlist.
O Show foi curto, e com o ritmo acelerado, com pouco intervalo entre as música, deixou a impressão de ter sido menor. Seus sucessos foram intercalados com algumas interpretações como "Disritmia" (de Martinho daVila), "Bicho de Sete Cabeças" (Geraldo Azevedo), "Maresia" (Adriana Calcanhoto), e a inesperada "Price Tag", da cantora Pop Jessie J.
A galera interagiu bastante, e deu até uma "enchida de saco", fazendo pedidos em momentos inadequados. Três meninas não sossegaram até que Zeca atendendo as cantou "Toca Raul", que foi composta exatamente para dar resposta aos malas de plantão.
Mas justiça seja feita, se não fosse pelo trio de chatas, provavelmente eu não teria ouvido "Heavy Metal do Senhor", a minha preferida. As criaturas tanto pediram, que Baleiro fechou a apresentação exatamente com essa faixa, que abriu seu disco de estréia. Antes, porém ele tocou a ótima e engraçada "Eu Detesto Coca Light".
No ano passado, Zeca Baleiro fez uma citação de "Neurastênico", com os versos: "Bbbbbbbbrrrrrrrrrrrrrr! Mas que nervoso estou Bbbbbbbbrrrrrrrrrrrrrr! Sou neurastênico Bbbbbbbbrrrrrrrrrrrrrr! Preciso me tratar, senão eu vou prá Jacarepaguá...". Voltando à Lona, ele veio mas preparado e antes de ir embora, homenageou o bairro cantou a antiga canção, mostrando que deu uma ensaiada antes, e prometeu que voltaria em breve. Jacarepagué agradece...



SETLIST:
1- Proibida Pra Mim
2- Versos Perdidos
3- Salão de Beleza
4- Disritmia
5- Lenha
6- Bandeira
7- Quase Nada
8- Bicho de Sete Cabeças
9- Baylon
10- Maresia
11- Price Tag
12- Nada Além
13- Bienal
14- Samba do Approach
15- Vai de Madureira
16- Toca Raul

BIS:
17- Vô Imbolá
18- Alma Não Tem Cor
19- Telegrama
20- Eu Detesto Coca Light
21- Heavy Metal do Senhor

Um comentário:

  1. Taí um show que sempre fui louca pra ver e nunca tive oportunidade. Até Price Tag??? Não acredito que perdi... nessa setlist acho que só faltou Ópio, que é pra mim uma das melhores dele, junto com Quase Nada, Telegrama e Toca Raul. Espero conseguir assisti-lo esse ano! :)
    Bjo.

    ResponderExcluir