Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de novembro de 2009

THIS IS IT - MICHAEL JACKSON


Na quarta-feira passada estive no UCI da Barra para ver "Salve Geral" (excelente filme, por sinal) e fiquei impressimonado com as filas gigantes para ver a estréia de "This Is It". Imaginei que seria complicado de conseguir ver Michael Jackson na telona, até porque ficaria apenas duas semanas em cartaz.
Portanto na sexta, cheguei cedo no cinema para comprar o ingresso, mas a sessão estava vazia. Os fãs de MJ que lotaram o primeiro dia deram a impressão errada de que seria um "Campeão de Bilheterias".
O filme retrata o grande artista que Michael sempre foi, dirigido por Kenny Ortega (que já havia trabalhado nas turnês de "Dangerous World" e "HIStory World"), mostra em 111 minutos os ensaios para a turnê de cinquenta shows, que já tinha todos ingressos esgotados, em Londres, que estrearia na O2 Arena em julho deste ano.
O longa começa com um texto explicando que serão mostrados trechos dos ensaios da mais grandiosa turnê que Michael Jackson faria em sua carreira; e que "Michael Jackson's This Is It" é o mais perto que os fãs chegarão dessa verdadeira superprodução.
Depois é mostrado como foi feita a seleção dos bailarinos, com depoimentos emocionados mostrando que cada um veio de um lugar do mundo pra fazer os testes, e que todos são realmente apaixinados e altamante influenciados pela obra de Michael.
Na minha opinião, o grande barato do filme é que as músicas são apresentadas praticamente na íntegra, coisa rara em se tratando de documentários; o motivo provavelmente, é para o espectador se sentir num verdadeiro show. As cenas de bastidores parecem existir para introduzir cada novo número musical.
A primeira música apresentada é ""Wanna Be Startin' Somethin'", e já de cara, MJ me deixa de boca aberto, literalmente deslizando pelo palco, cantando muiíssimo bem, encantando com sua "dança do robô". Enquanto artistas como Madonna e Britney Spears nem tentam mais disfarçar o uso de playbacks, Michael canta de verdade, e toda hora pede desculpa, por estar economizando a voz por se tratar de um ensaio; imaginem o cara cantando pra valer...
No fim da canção, Michael, fazendo com a boca o sons do baixo e teclado, mostra ao baixista e tecladista exatamente como quer que a música soe, e pede que a pegada seja mais funk. É interessante, que sendo ele a estrela, o dono do espetáculo, em todos os monentos em que critica alguma coisa durante os ensaios, sempre é humilde, educado, calmo, seja com os músicos, a equipe técnica ou com os bailarinos. Carinhoso, ele acrescenta que fala isso “para o bem e com amor”. Perfeccionista e cuidadoso, Michael coordena a banda e aponta detalhes a cada execução, com observações como "não estou ouvindo o baixo direito" ou "essa nota não"; provando ser um músico completo, e preocupado em reproduzir as músicas como estava registrado em seus discos, por acreditar que é assim que os fãs querem.
E ele também opina em relação a tudo no show, na verdade sua opinião é sempre decisiva. Kenny Ortega serve de intérprete para equipe realizar perfeitamente os desejos de Jackson, afinal MJ é o Cara. E talvez por isso, ninguém meça esforços e dinheiro pra agradá em tudo em todos os detalhes. A equipe o trata como um rei, e ele retibui com ternura.
As imagens revelam um artista muito disposto, que parecia se divertir pra valer nos ensaios. Sempre elétrico e com a mesma agilidade de seus bailarinos - que têm a metade de sua idade.
A banda é perfeita, formada por tarimbados e excelentes músicos (veja a lista completa no final da postagem), e Michael é generoso, todos têm a oportunidade de brilhar. Em "Beat It", a canção mais Rock'n'Roll de seu repertório, a guitarrista Orianthi Panagaris mostra destreza na execução do solo , originalmente gravado pelo mestre Eddie Van Halen. Outro exemplo, em "Black or White" acontece um duelo de guitarrras entre Tommy Organ e a loirinha; e MJ avisa aos dois: "Essa é sua vez de brilharem".
Michael e a guitarrista Orianthi Panagaris

Pra não perder a tradição, a produção do espetáculo é grandiosa: um imenso robô que se abre ao meio, de onde sai o artista (no início da apresentação); recursos cênicos de alta tecnologia (como a aranha-robô que invade o palco em "Thriller"); uma escavadeira (que aparece em "Earth Song"), animações em 3-D; pole dancing, fogo e explosões. Muitas vezes a pirotecnia interage com os vídeos criados especialmente para os shows. Entre os vídeos exclusivos, está o de "Smooth Criminal", em que Michael é um personagem do filme "Gilda", de 1946, contracenando virtualmente com Rita Hayworth e Humphrey Bogart. O Antológico vídeo de "Thriller" foi reformulado com múmias, zumbis e animação 3D; além de fantasmas que invadem a platéia através de fios.
Um efeito já manjado no cinema, é usado ao vivo em "They don't care about us”, aonde 11 bailarinos se transformam em milhares numa coreografia digital, o resultado é maneríssimo.
Sem dúvida, todos as imagens gravadas satiriam num making of da turnê, servindo como um bônus para um futuro DVD ao vivo do show. Então, se isso tudo que vi no cinema, na verdade são ensaios que sairiam num "extra", não dá nem pra imaginar como seria o show à vera. Talvez algo de outro mundo, até porque Michael Jackson era um E.T..
E falo isso não por sua aparência ou bizarrices, mas pelo seu talento fora do normal. Vê-lo no palco é um prazer, é assistir um verdadeiro "fora-de-série" exercendo sua arte. É como ver Jimi Hendrix enlouquecido com sua guitarra, ou Pelé bailando com a bola pra fazer mais um de seus belos gols.
"This Is It" deixa claro o que muitos já sabiam:
O legado de Michael Jackson é a música.
E a música fica mais triste sem Michael.


- Músicos da banda de Michael Jackson:
Michael Bearden (Teclados)
Alex Al (Baixo)
Bashiri Johnson (Percussão)
Jonathan Moffett (Bateria)
Tommy Organ (Guitarra)
Orianthi (Guitarra)
Darryl Phinnessee (Vocais)
Mo Pleasure (Teclados / trumpete)
Ken Stacey (Vocais)
Dorian Holley (Supervisor de vocais)


- Músicas que são tocadas na íntegra no filme:
"Wanna Be Startin' Somethin'"
"Jam"
"They Don't Care About Us"
"Human Nature"
"Smooth Criminal"
"The Way You Make Me Feel"
"I Want You Back"
"I'll Be There"
"I Just Can't Stop Loving You"
"Thriller"
"Beat It"
"The Earth Song"
"Billie Jean"
"Man In The Mirror".

Nenhum comentário:

Postar um comentário