Total de visualizações de página

sábado, 6 de agosto de 2011

05 de Agosto de 2011 - MILTON NASCIMENTO no Citibank Hall (RJ)

Milton Nascimento sempre foi chegado em juntar uma turma pra gravar seus discos. Em 1972 e 1978, ele reuniu vários jovens e talentosos compositores e músicos mineiros, que ainda não eram muito conhecidos: Lo Borges, Beto Guedes, Toninho Horta, Flávio Venturini, entre outros; o resultado foram os excelentes e antológicos "Clube da Esquina - Volume I e II".
Em 1993, ele convidou as estrelas internacionais James Taylor, Herbie Hancock, Jon Anderson e Peter Gabriel para participarem das gravações de "Angelus".
Em 2003, no CD "Pietá", ele homenageia a voz feminina, lançando 3 cantoras, a mais célebre era Maria Rita, herdeira do timbre e do talento de Elis Regina.
Depois de ler o livro americano "The Brazilian Sound", que mapeou a música brasileira, destacando a cidade de Três Pontas; Milton se surpreendeu, e resolveu conferir o que estava rolando musicalmente na cidade onde passou sua infância.
Em Três Pontas, conheceu inúmeros músicos, cantores, compositores que o deixaram bastante entusiasmado. A consequência foi o CD "...E A Gente Sonhando", gravado em 2010, com repertório recheados de composições de seus conterrâneos, e que inclusive diviram os vocais com Milton Nascimento.
O que Bituca fez foi levar as canções de seu novo disco para o palco do Citibank Hall. É claro que ele fez questão da presença dos artistas que participaram do projeto. Com uma banda só de feras, com destaque para o tecladista Kiko Continentino (foto) e o baterista Lincoln Chebah, ganhou um reforço de mais duas guitarras, dois baixistas (que se revezavam), dois percussionitas, e de coro de vozes femininas e masculinas.
E o coral foi a grande decepção da noite, pois pareciam cantar e uníssono, um desperdício porque poderiam ser feitos arranjos vocais, que enriqueceriam ainda mais as novas canções e os clássicos eternos do repertório de Milton.
A fórmula do show foi abrir com 4 belos hits )"Encontros e Despedidas", "Caxangá", "Caçador de Mim"- que a muito não via Milton cantando ao vivo, e "Nos Bailes da Vida"), pra depois executar o novo disco quase na íntegra (só faltaram "Sorriso" e "Gota de Primavera"). Já no bis, mais 3 Super sucessos: "Para Lennon & McCartney", "Maria, Maria", e "Canção da América", onde Milton avisou: "Nessa vocês estão acostumados a me ver cantar, mas dessa vez vai ser diferente: eu é que vou assistir a vocês cantando.", e se limitou a reger a platéia.O primeiro convidado da noite foi Paulo Francisco que cantou com Milton "Amor do Céu, Amor do Mar", com letra que cita Elis Regina. Clayton Prosperi foi chamado ao piano pra tocar a sua lindíssima composição "Eu Pescador"(parceria com Haroldo Jr). Clayton tocou com simplicidade, suavidade e rara beleza. A faixa-título do disco foi a segunda canção inteira, música e letra, que Milton escreveu na vida e data do início dos anos 1960; para cantá-la, convidou Bruno Cabral. O garoto canta muito bem, e dos convidados da noite era o que tinha a mais bela voz.
Milton sempre soube pescar ótimas canções de outros compositores, e mostra que continua afiado em releituras de "Estrela, Estrela" (Vitor Ramil), "Flor de Ingazeira", (João Bosco e Francisco Bosco), "Resposta ao Tempo", (de Cristóvão Bastos e Aldir Blanc, famosa na voz de Nana Caymmi), "Raras Maneiras" (Tunai e Marcio Borges), "Adivinha o Quê" (Lulu Santos) e "O Sol" (Antonio Júlio Nastácia), que já foi hit com o Jota Quest.
Bituca cantou muito bem, provando estar com a garganta e os pulmões em dia, e o som da casa também ajudou, pois estava excelente, bem equalizado e limpo.
É bom ver que Milton Nascimento está com saúde, feliz e empolgado com as novas gerações de artistas. Pois dessa forma, nos são garantidos mais longos anos para apreciarmos sua voz abençoada.
SETLIST:
1- Encontros e Despedidas
2- Caxangá
3- Caçador de Mim
4- Nos Bailes da Vida
5- Amor do céu, amor do mar
6- O Sol
7- Raras Maneiras
8- Adivinha O Quê?
9- Anima
10- Comunhão
11- Me Faz Bem
12- Eu Pescador
13- E A Gente Sonhando
14- Olhos do Mundo
15- Do samba, do jazz, do menino, do bueiro
16- Resposta ao Tempo
17- O Ateneu
18- Estrela, Estrela
19- Espelhos de Nós
Bis:
20- Canção da América
21- Para Lennon & McCartney
22- Maria, Maria
FOTOS DE GABRIELA HARRISON

14 comentários:

  1. Oi Pamela,tô devendo,né?
    Calma que em breve terminarei o post.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Show incrível e lindíssimo.
    Mas sou obrigada a descondar, na minha humilde opinião a melhor surpresa da noite - depois da impecavel apresentação do Clayont- ficou por conta do Paulo Francisco, que tem uma voz surpreendente, afinado, cantou com segurança e humildade. Achei o Bruno Cabral meio Luan Santana, se é que vc me entende...
    E a decepção ficou mesmo por conta do coral, que tinha os microfones baixos demais. Não acho que eles cantavam em uníssono,embora mal se pudesse ouví-lo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Pam, pode ter sido isso, o coral tava meio baixo. Mas ainda tenha a impressão que cantavam em uníssono.
    Já na minha opinião, achei que o Bruno canta muito melhor que o Paulo Francisco.
    Mas opinião é assim, cada um tem a sua...
    :-P

    ResponderExcluir
  4. Adorei o show! Mas acho que o Milton poderia ter equilibrado mais entre as músicas antigas e o cd novo. Nenhuma do Clube da Esquina I, nem do II... Fez falta!

    ResponderExcluir
  5. Gabi,
    concordo plenamente com vc.
    O ideal seria mesclar os clássicos com as novas.
    E as do Clube fizeram falta mesmo.
    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Li a resenha e os comentários. Parabéns, muito gostoso de ler, as fotos tbm muito legais. Com certeza foi um show e tanto. Seu blog tá muito bom.
    Nemézio

    ResponderExcluir
  7. Oi Nemézio,
    muito obrigado pelos elogios ao Blog.
    Espero ver sempre aqui seus comentários.
    Quanto as fotos do show, o mérito é da fotógrafa Gabriela Harrison
    Abração

    ResponderExcluir
  8. Bacana!!!
    kiko continentino

    ResponderExcluir
  9. Oi Kiko,
    que honra vc visitar meu Blog!
    Parabéns pelo talento. Vc é um excelente tecladista
    Abração

    ResponderExcluir
  10. Olá JC Batista, gostei do seu blog, e fiquei muito feliz com as palavras sobre a interpretação da canção "Eu Pescador". Milton sempre deu o máximo de si em todas as apresentações e as honras maiores são pra ele.Obrigado por sua apreciação. Parabéns pelo Blog!
    Abraço.
    Clayton Prosperi

    ResponderExcluir
  11. olá Clayton,
    é uma honra receber sua visita aqui.
    Não seja modesto, o mérito é seu também.
    É verdade que Milton sempre engrandece qualquer canção com sua voz e sua interpretação; mas sua composição é muito bonita.
    Você é um dos raros casos de pianistas que conseguem passar emoção qunado tocam.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Acabei de dar uma olhada, ficou bacana... gostei das fotos, o texto... eu fui também e postei fotos na minha página se quiser dar uma olhadinha... e falei com Bituca no camarim... falei com Kiko... foi uma noite inesquecível!! abç.
    Antonio Cesar

    ResponderExcluir
  13. Parabéns, Antonio!
    Obrigado pelos elogios, amigo.
    O mérito das fotos do post são da talentosa Gabriela Harrison.
    Vi suas fotos, parabéns pelo grande momento.
    Abração

    ResponderExcluir