Total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

OS MELHORES CDS DE 2011

Vou listar os 15 melhores CDs lançados em 2011; pelo menos dentre aqueles que eu escutei...


1- BLACK COUNTRY COMMUNION - 2
O supergrupo formado por Glenn Hughes (baixo e voz), Jason Bonham (bateria), Derek Sherinian (teclado) e Joe Bonamassa (guitarra e voz) conseguiu fazer um álbum tão bom quanto o primeiro. Sonzeira Classe A, da primeira a última faixa.



2- CHICKENFOOT - III
Apesar do nome, esse é o segundo álbum deste outro supergrupo, formado pelo vocalista Sammy Hagar (ex-Van Halen e Montrose), o baixista Michael Anthony (também ex-Van Halen), o guitarrista Joe Satriani e o baterista Chad Smith (Red Hot Chili Peppers). Rock and Roll e Hard Rock Old School executados com a competência dos mestres. Está num nível um pouquinho abaixo do disco de estréia.


3- DREAM THEATER - A Dramatic Turn Of Events
Essa me surpreendeu; os caras do Dream Theater conseguiram se virar muito bem sem Mike Portnoy. Mike Mangini assume a responsabilidade com êxito. Destaque para as boas melodias, que é sempre um diferencial entre as bandas muito técnicas.


4- MASTODON - The Hunter
Bem gravado, bem tocado, bem produzido. Finalmente o Mastodon lança um álbum capaz de colocar a banda entre as grandes do Metal na atualidade.


5- WHITESNAKE - Forevermore
David Coverdale está de volta com sua trupe, arrebentando em Rockões como "Love Will Set You Free" e nas baladas (que não podem faltar nos discos da "Cobra Branca") como “Easier Said Than Done” e a faixa-título.


6- RED HOT CHILLI PEPPERS - I'm With You
Na minha opinião é o melhor disco dos caras desde "Blood Sugar Sexy Magic". E Putz, ainda não tenho esse CD. Taí, uma ótima sugestão pra quem quer me dar um presente... rsss



7- JOHNNY WINTER - Roots
Em 2010, pude conferir como o mestre Johnny Winter está fragilizado fisicamente (veja a resenha do Show), mas também pude constatar que o tiozinho albino ainda toca pra cacete. E nesse CD é só o fino do fino, Blues de raiz da melhor qualidade, um verdadeiro biscoito fino.


8- YES - Fly From Here
Em 1980, o Yes fez a heresia de lançar "Drama", um disco sem Jon Anderson nos vocais. Na época foi um erro. Em "Fly From Here" me pareceu que não foi catastrófica a ausência do vocalista original. Benoit David fazia parte de uma banda cover e foi convidado a entrar na banda pelo baixista Chris Squire (atual dono e comandante do Yes). O CD é cheio de passagens e texturas com Geoff Downes (o mesmo tecladista de "Drama") é o responsável por esse clima. O destaque fica mesmo para a guitarra virtuosa de Steve Howe.



9- BLACK LABEL SOCIETY - The Song Remains Not The Same
O álbum "Order of the Black" (de 2010) é um dos melhores da carreira da banda do Zakk Wylde. Em "The Song Remains Not The Same" (trocadilho com o clássico do Led Zeppelin) o guitarrista mostra as versões acústicas do disco anterior.


10 - WYNTON MARSALIS & ERIC CLAPTON - Play The Blues
Eric Clapton é a elegância a serviço do Blues. Dessa vez ele une força a um dos maiores músicos do Jazz, para prestar tributo ao som de Nova Orleans. Destaque para a nova versão de "Layla" com um andamento ainda mais lento e arrastado do que na gravação do "Unplugged MTV".



11 - AGRIDOCE
Desculpe a franqueza, mas Pitty é a única coisa que consigo gostar e enxergar qualidade no que foi lançado nos últimos dez anos no que chamamos de PopRock nacional. E esse projeto paralelo da Pitty com o guitarrista Martin é muito interessante. Belas melodias e letras inteligentes, no mesmo nível do trabalho com sua banda, só que com menos peso e mais doçura.



12- JOSS STONE - LP1
Ainda não entendi como essa menina ainda não dominou o mundo. Linda e com a voz maravilhosa, era para a Joss Stone ser a queridinha da música Pop. Em "LP1" ela continua mandando muito bem.


13- LENNY KRAVITZ - Black And White America
Mais do mesmo? Pode até ser... Mas Lenny Kravitz é um grande músico, e mesmo continuando a repitir a fórmula de misturar a Soul Music com o Rock and Roll Setentista, consegue atingir um resultado de qualidade.



14- METALLICA & LOU REED - Lulu
Sinceramente não entendo por que os críticos falaram tão mal desse disco. Pode não ser a oitava maravilha do mundo, mas é exatamente o que eu esperava da união da poesia marginal do mestre Lou Reed e da artilharia do peso do som do Metallica.


Hours Concurs: RUSH - Time Machine - Live in Cleveland
Esse nem entra na competição. Álbum duplo com a íntegra de uma das apresentações da tour "Time Machine", onde o Rush executa na íntegra o fodástico "Moving Pictures" (1981). Essa turnê passou pelo Brasil em Outubro de 2010, e eu, claro, estava lá (veja a resenha do Show).

4 comentários:

  1. Amigo...concordo com "quase tudo" q vc listou com excessão de Lenny Kravitz q particularmente não gosto, os dois primeiros confesso q desconheço...acho q faltou Call to arms do Saxon....o "Forever more" do Whitesnake e o Lulu do Metallica apesar de ter sido mto criticado entre minha roda de amigos eu gostei sim e fiz questão de comprar...Concordo com sua opinião sobre a Pitty...aqui o pessoal me critica pra caralho qdo falo q gosto dela...Play The Blues dei de presente pra minha mãe..rsrsrs..ela adorou...confesso q não gostei do Dream theater sem o Mike..nunca fui fãaaaa mas era melhor com ele...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dani,
      então não perca tempo, trate de conhecer já Black Country Communion e Chickenfoot. Não tenho duvidas q vc vai adorar. Bjo

      Excluir
  2. Wasting Light fora duma lista dos melhores de 2011?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro AndRibz, juro pra vc q faço o maior esforço pra gostar de Foo Fighters, mas ate hoje não obtive sucesso. Definitivamente essa banda não faz a minha cabeça...
      Abraço

      Excluir