Total de visualizações de página

quinta-feira, 29 de março de 2012

24 de Março de 2012 - BANDA SETE CIDADES (Cover da Legião Urbana) na Lona de Jacarepaguá (RJ)

E por falar em Legião...
Sabe aquele amigo que te convida pro programa, bota pilha, mas na hora não aparece? Pois é... Uma amiga da Mell deu a idéia, e a convidou para ir à Lona Cultural de Jacarepaguá para o show da banda Sete Cidades, cover da Legião Urbana. A Mell ficou todoa empolgada, e chamou a irmã, o cunhado, a tia e vários amigos. Confesso que eu preferia ficar em casa. Eu estava cansado (talvez já estivesse com a Dengue que me derrubou o restante da semana), e além disso imaginei que seria mais um showzinho de uma bandinha fraca.
A tal amiga da Mell não apareceu (valeu, Carol...), mas os convidados estavam todos lá nos esperando.
Ao entrar na Lona, vi no palco um rapaz grisalho afinando seu violão, e imaginei que já o conhecia. E estava certo, era Fred Nascimento, cantor, compositor e guitarrista que já tocou ao vivo e nos discos de bandas como Capital Inicial e Barão Vermelho. Ele já lançou disco com sua banda Tantra, produziu diversos artistas, teve várias de suas composições gravadas por artistas como Marina Lima, Sublimes, Deborah Blando e Luka. Além disso, ele foi por diveros anos (a partir de 1989) músico de apoio da Legião Urbana. Pode conferir seu nome nos créditos dos álbuns ao vivo "Música para Acampamentos", "As Quatro Estações Ao Vivo" e "Como é que se diz eu te amo". Foi assim que Fred conheceu Reginaldo, então roadie da Legião Urbana, que construiria uma forte amizade e intimidade com Renato Russo.
Reginaldo é atualmente empresário da banda Sete Cidades, e foi a seu convite que Fred Nascimento abriu a noite, cantando e tocando seu violão e sua gaita as canções "Fábricas" e "Sete Cidades".
Fred pegou a guitarra, chamou a banda composta por 6 integrantes, onde o vocalista estava com a roupa idêntica a que Renato Russo usou em seu último show no Rio de Janeiro no Metropolitam (atual Citibank Hall). O mesmo penteado, barba e óculos completavam o visual. Só não tomei um susto por achar que Renato Russo havia ressuscitado, porque o cantor é mais magro e mais alto que o líder da Legião.
O som estava bom. O único problema era o volume do microfone do vocalista que estava baixo, mas deu pra perceber grande semelhança de sua voz com as gravações originais. Os músicos eram todos muito bons, com destaque para o baterista, que como a Mell comentou: "toca muito mais que o Bonfá...". Os caras estavam muito bem ensaiados, e se portavam com muita discrição, provavelmente com a intenção de manter o destaque para o cantor, que executava todos os trejeitos e cacoetes do Renato. Inclusive reproduzia as frases célebres: "Agora 'Índios'. É claro que essa eu não sei a letra".
Fred Nascimento participou do show quase inteiro, fazendo bons solos, e tocando bem, mesmo não estando entrosado com o grupo.
O repertório definitivamente não era para os "fãs-de-FM". Pra ter uma idéia, abriram com "Metal Contra as Nuvens" do álbum "V", que é pouco conhecida, cheia de partes e mudanças de andamento, conseguindo ser mais longa que "Faroeste Caboclo" (que encerrou a apresentação).
Os não iniciados, que eram minoria, boiaram em canções lado B, como "Sereníssima", "Vinte E Nove", que foram cantadas a pleno pulmões pelo público. É claro que não faltaram os superhits: "Que País É Este?", "Tempo Perdido", "Andrea Doria", "Há Tempos", "Perfeição", "Que País é Este" (com direito a "Ask" do The Smiths como incidental), "Meninos e Meninas" e "Teatro dos Vampiros". Pelo fato do show ter sido curto (pois eles ainda tocariam em Caxias), os fãs se decepcionaram pela ausência de clássicos como "Pais e Filhos".
De qualquer forma, foi um show bacana, todo mundo dançou e pulou, teve gente se emocionando, até porque o repertório da Legião tem uma carga muito forte, e foi executado com competência.
Queimei minha língua, pois a banda é muito boa.

Se quiser saber mais sobre os paulistas do Sete cidades entre em bandasetecidades.com.br

5 comentários:

  1. A banda era ótima mesmo e que quando tiver de novo nós estaremos lá!
    Mellissa Martins

    ResponderExcluir
  2. Quero ir no que eu gosto, uai

    ResponderExcluir
  3. Meio que sem querer cai por aqui e fico agradecido pelo carinho para com o nosso simples tributo à nossa amada Legião Urbana.
    Fiquei feliz ao ver que correspondemos as expectativas. Muito bacana a resenha e o blog como um todo. Parabéns!
    Descobri que o Rio de Janeiro é a cidade maravilhosa porque é feito de pessoas maravilhosas.
    Esperamos voltar em breve.

    Abraços!

    Paz & Luz, Amor & Poesia
    Força Sempre!!!

    Dimas Borba

    ResponderExcluir
  4. Oi Dimas,
    obrigado pelos elogios e pela gentileza.
    Muito sucesso pra vc, e parabéns pelo seu trabalho
    Abraço

    ResponderExcluir