Total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de março de 2012

"GOD BLESS OZZY OSBOURNE" Documentário sobre a vida e Ozzy é lançado em DVD

Nessa eu tinha comido mosca...
Em outubro do ano passado estreou no Brasil, em curtíssima temporada o documentário “God Bless Ozzy Osbourne”. Na época , dei mole e não assisti no cinema. Confira o Trailer oficial:

Comi mosca pela segunda vez, porque não sabia do lançamento do documentário em DVD, até o dia em que a Mell me presenteou em fevereiro.
Com produção de Jack Osbourne, filho de Ozzy, “God Bless Ozzy Osbourne” apresenta em pouco mais de uma hora e meia, um resumo da vida de excessos e loucuras, partindo de sua infância pobre em Birmingham, passando pela sua participação no Black Sabbath, sua carreira solo, seus vícios, seus casamentos e sua relação com filhos e familia.
Os diretores Mike Fleiss e Mike Piscitelli acompanharam Ozzy e sua banda durante a turnê do disco “Black Rain” em 2008. Dessa forma conseguiram registrar o dia a dia de uma lenda, e ao mesmo tempo conquistaram a confiança de Osbourne, gerando depoimentos sinceros do cantor sobre sua carreira.
O documentário também traz preciosas entrevistas com familiares, amigos, membros do Black Sabbath, e de nomes importantes da música como Paul McCartney, Tommy Lee e Robert Trujillo que não escondem sua admiração pelo talento indiscutível desse mestre do Rock.Quem leu sua biografia (em breve aqui no Blog a resenha por Mellissa Martins) não irá encontrar muitas novidades, mas mesmo assim achará interessante ver o ponto de vista dos familiares e colegas, já que o livro aponta somente o do vocalista. Sem contar com as imagens raras e trechos de performances arrasadoras do “Príncipe das Trevas”, em várias fases da carreira.
De forma sincera e corajosa Ozzy Osbourne fala sobre sua vida de extremos, sua rotina de uso industrial de álcool e drogas que provocou o abandono de seus filhos do primeiro casamento. Os próprios Louis e Jessica não poupam o pai, contando muitas de suas “cagadas” cometidas.
Ele não se nega a falar dos momentos de extrema tristeza em sua vida, como a morte do pai de Ozzy, sua demissão do Sabbath e a trágica morte do guitarrista Randy Rhoads. É emocionante e tocante o relato do baixista Rudy Sarzo sobre o acidente de Rhoads.
O longa faz Ozzy voltar às suas raízes, o levando a visitar a casa aonde passou sua infância em Birmingham. Mostra sua descoberta pela música, e o impacto que os Beatles tiveram em sua vida.
Os outros Sabbaths: Tony Iommi, Geezer Butler e Bill Ward contam sobre as dificuldades do início da banda, e de como começaram a criar os pilares do Heavy Metal ao usarem temas sobrenaturais e de terror em suas músicas, pioneirismo que é destacado no depoimento de Paul McCartney.
Jack, Kelly e Aimee, filhos do segundo casamento, reforçam a imagem do Rock Star viciado, que se entrega às drogas como tentativa de fuga, que é agravada com a descoberta do câncer de sua esposa. Sharon é sem dúvida a figura central em sua vida, a responsável pelo boom e sua carreira solo, e uma das razões para que que Ozzy ainda continue vivo depois de tudo que ele passou.
A forma como Ozzy conta suas peripécias é sempre engraçada, no entanto, a sua trajetória é repleta de conflitos exixtenciais e recheadas por dramas. É supreendente ver que um cara tão talentoso consegue ser tão inseguro e ter uma auto-imagem tão ruim.
Mas esse é Ozzy Osbourne, um dos maiores vocalistas da história do Rock, com uma carreira extraordinária e uma vida desregrada e errante. O filme é indicado para os fãs e também para os interessados em conhecer mais sobre a história dessa lenda viva, e principalmente para aqueles que só o conhecem do seriado "The Osbournes", e que pensam que Ozzy não passa de um tiozinho sequelado.
O registro negativo do DVD são as legendas em portugês de Portugal que dificultam um pouco o entendimento para os não iniciados. O destaque são os extras com cenas deletadas, e uma ótima e engraçada entrevista com Ozzy e Jack Osbourne.

11 comentários:

  1. foda nao sabia que ja tinha saido o dvd... ano passado eu ja tinha visto q fizeram, mas nem sabia do dvd

    Daniel Demetrio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Daniel.. Eu também não saberia se não fosse a Mell.
      Abração e PNC

      Excluir
  2. É verdade que o documentário nada mais é do que uma adaptação do livro, mas, por incrível que parece "Eu sou Ozzy" foi muito mais divertido!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mell
      Acredito em vc, dei umas folheadas no livro e dei boas risadas. Por isso esperamos com ansiedade a sua resenha sobre "Eu Sou Ozzy".
      Beijos

      Excluir
  3. *Incrível que pareçA! rsrs

    ResponderExcluir
  4. doc mais manero q ja vi sobre a historia de algum astro do rock n rool, ozzy precisa de bençaos mesmo pq nao da pra saber como ele ta vivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitor, não diria que é o melhor q ja vi. Mas sem dúvida esse documentario é excelente.
      Abraço

      Excluir
  5. fannnzzonaaáÀa akieee do ozzy osbourne"eu",...muitho legal msm..o dvd dle ee muiithoo foods!!ozzy tein uma maneira engrassadamente de fudr a vida do otros kkkkk aii J.C.Batista Jr PNC kkk ....vlw pelo site...ozzy s2

    ResponderExcluir
  6. mais ''J.C.Batista Jr'' pelo amor de deus vc escreveu ""GOD BLESS OZZY ORBOUNE" qe isso se num sabe escrever "OSBOURNE" ñao? PQP...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela correção.
      Um dia aprendo a escrever bem como vc!

      Excluir