Total de visualizações de página

domingo, 2 de setembro de 2012

EU NA EUROPA 2012 - Decimo Dia - Jardin de Plantes e Zoo

O Jardin des Plantes é o jardim botânico de Paris. Ele é parte integrante do Museu Nacional de História Natural. Sua área total ultrapassa os 20 hectares.
Além dos belos jardins com mais de mil variedades de plantas cultivadas, há duas estufas, 3 Museus (o de Paleontologia, o de Zoologia, e o de Geologia), uma Escola de Botânica (com mais de 4 mil espécies cultivadas) e um zoológico.


As temidas, porém pequeninas plantas carnívoras


No complexo do jardim das plantas está o zoológico mais antigos do mundo ainda em atividade. Foi criado em 1795, num espaçop de 5,5 hectares de extensão. Este zoo desde o século XIX é precursor em tentar expor os animais de maneira mais adequada, tentando reproduzir o habitat natural de cada espécie, em locais mais amplos, evitando grades.
Atualmente, possui cerca de 1.100 animais, entre mamíferos, répteis e pássaros. Se você pretende visitá-lo para ver espécies como elefantes, girafas, hipopótamos, leões, tigres, gorilas, ursos e outros animais de grande porte; desista. Pois são impossíveis de serem mantidos corretamente nas instalações do parque, por falta e espaço, foram transferidos progressivamente para outros parques a partir dos anos 70.
O grande barato desse zoo é ver animais raros, e muitos deles em via de extinção. E é justamente essa  uma das maiores preocupações dos curadores do parque: preservar os animais ameaçados de extinção como, por exemplo, o panda vermelho, o cavalo de Prjevalski, o leopardo nebuloso, o crocodilo do nilo, a tartaruga gigante, o abutre egípcio, e o iaque.
Outra atração é um “vivarium” composto de pequenos répteis, anfíbios e insetos. Além disso, pude ver ao vivo pela primeira vez bichos como o canguru gigante (foto abaixo).

cavalo de Prjevalski
leopardo nebuloso
avestruz
abutre egípcio
Gorilas




Flamingos


Panda vermelho




Cristal de Quartzo de 4 toneladas vinda da Bahia e exposto em frente ao Museu de Geologia

Modelo em tamanho natural de um Estegosauro, em frente ao Museu de Paleontologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário