Total de visualizações de página

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

11 de Outubro de 2012 - G3 - Steve Morse, John Petrucci & Joe Satriani - Citibank Hall (RJ)

Essa é a terceira vez que o projeto G3 vem ao Brasil. A primeira edição trouxe Joe Satriani, Steve Vai e Robert Fripp. A segunda vieram Satriani, John Petrucci e Eric Johnson.
Dessa vez, Satriani vem acompanhado novamente por Petrucci e pelo estreiante Steve Morse.
A chuva que mais uma vez atrapalhou o já caótico trânsito carioca, fez com que muita gente se atrasasse. Por volta de 21h, o público ainda era pequeno. Meia hora depois, ainda havia clarões entre as cadeiras. Mesmo assim, pontualmente, às 21 30h, as luzes se apagaram, e a Steve Morse Band já estava no palco pra começar o verdadeiro delírio para os amantes da guitarra.
Morse é um cara extremamente musical, e das três estrelas da noite, ele é sem dúvida o mais melódico e o de estilo mais clássico. Sua apresentação foi cheia de improvisos, e constantemente Morse interagia com o baixista Dave LaRue, seu parceiro desde os tempos de Dixie Dregs. Juntos dobravam fraseados, ou travavam duelos que sempre tinha o público como vencedor.
O repertório privilegiou  sua carreira solo. O destaque foi a peça clássica "Baroque 'n Dreams", que Steve tocou no violão, e que vem sendo dedicada ao longa da turnê, ao amigo e ex companheiro de Deep Purple, o inesquecível tecladista John Lord.
O único clássico dos Dixie Dregs presente em seu setlist foi "Cruise Control", que encerrou a sua apresentação. Não foi tocada nenhuma música do Kansas (banda da qual já fez parte) ou do Deep Purple (aonde ele atualmente toca), que na verdade não fizeram falta.
Boa parte da platéia era composta por fãs do Dream Theater que circulavam pelo Citibank Hall com suas t-shirts da banda. E depois de um rápido intervalo, eles tiveram vários motivos para vibrar, pois John Petrucci e banda estavam no palco.
Dave LaRue voltou, para novamente se apresentar ao lado de Petrucci. O baixista participou das gravações do único disco solo de Petrucci, e já tinha tocado com o guitarrista na tour do G3 de 2006, que passou pelo Brasil. A novidade estava na bateria. Na turnê anterior, John levou seu companheiro de banda, Mike Portnoy; desta vez ele também trouxe o novo baterista do Dream Theater, a grande revelação Mike Mangini.
Da mesma forma que fez nos shows no Dream Theater, Mangini tocou com muita empolgação e energia, como se não houvesse amanhã. O resultado é que as músicas ganharam mais peso.
Petrucci presenteou os fãs com três canções inéditas; "Glassy-Eyed Zombies" por exemplo foi executada ao vivo pela primeira vez. As três provavelmente estarão em seu próximo disco solo.
O restante do set foram de músicas do álbum "Suspended Animation", todas com intrincados arranjos, onde Petrucci desfila sua magnífica técnica, seu feeling e a assombrosa velocidade.
O show se encerrou com a já clássica "Glasgow Kiss", que provocou delírios entre os presentes.
Mais um pequeno intervalo, e lá estava ele, o dono da noite, o mentor e criador do projeto G3. Senhoras e Senhores, com vocês: o incrível Joe Satriani.
Satriani montou seu set com vários de seus maiores clássicos: "Satch Boogie", "Flying in a Blue Dream", "Always with Me, Always with You". Infelizmente "Summer Song" ficou de fora.
Joe possui longos anos de estrada em carreira solo, e domina todos os macetes para se construir um grande show e conquistar a galera. Sem contar, que assim como Morse e Petrucci, o cara é um monstro no instrumento.
Não tinha como ser diferente, todos hipnotizados e gritando: "Joe! Joe! Joe!
Enquanto os dois primeiros shows foram com power trios, Satriani contou com a participação do tecladista Mike Keneally, que fazia bases criando vários climas, mas que também mandava seus solinhos.
Satriani fechou com o petardo "Surfing with the Alien", uma de suas composições mais conhecidas.
O bis veio na tradicional e esperada Jam com os 3 guitarristas reunidos: Satriani, Morse e Petrucci para eletrizar de vez a casa, em três grandes covers do Rock and Roll.
Com os vocais do tecladista Mike Keneally e do baixista figuraça Allen Whitman, levaram "You Really Got Me", do Kink (numa versão muito parecida com a do Van Halen), e "White Room", do Cream, banda do mestre Eric Clapton.
Duelos, solos incríveis, cada uma levantava a bola para o outro cortar. Era justamente para ver isso que todos gastaram seu dinheirinho suado. E não teve quem saísse frustrado.
Pra finalizar, o tradicional cover do Neil Young em "Rockin' In The Free World", dessa vez com Satriani assumindo os vocais.
Só nos resta torcer que o próximo G3 não demore mais seis anos para voltar. E que tal se fosse a formação que excuesionou pela Austrália e Nova Zelândia, com Satriani, Steve Vai e Steve Lukater?
Setlist:
- STEVE MORSE BAND:
1- Name Dropping
2- Highland Wedding
3- On the Pipe
4- Vista Grande
5- John Deere Letter
6- Baroque 'n Dreams
7- Rising Power
8- StressFest
9- Cruise Control

- JOHN PETRUCCI:
1- Damage Control
2- Cloud Ten
3- Jaws of Life
4- Zero Tolerance
5- Glassy-Eyed Zombies
6- Glasgow Kiss

- JOE SATRIANI
1- Ice 9
2- Satch Boogie
3- Flying in a Blue Dream
4- Dream Song
5- Crystal Planet
6- God Is Crying
7- Always with Me, Always with You
8- Surfing with the Alien

- G3 JAM:
1- You Really Got Me
2- White Room
3- Rockin in The Free World

Nenhum comentário:

Postar um comentário