Total de visualizações de página

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

EU NA EUROPA 2012 - Decimo Oitavo Dia - Roma Parte V (Bocca della Verita, e Igreja Santa Maria in Cosmedin)

Era o nosso último dia em Roma, e como já havíamos passado na Praça da "Bocca della Verita", sem conseguir ver a curiosa escultura, decidimos que iríamos começar o dia por lá.
A praça possui duas estruturas que são ruínas de templos erguidos provavelmente em homenagem a Hercules. Quando fomos lá pela primeira vez já era mais de 22h, e pensamos que a boca ficava dentro de um desses templos, que se encontravam fechados.
Quando voltamos pela manhã encontramos os templos novamente fechados. Quando lamentávamos o azar de visitar a Piazza Bocca della Verità, justamente no período em que ela se encontrava fechada para reforma, vimos dois brasileiros conversando, e descobrimos que a Boca fica na Igreja Santa Maria in Cosmedin, que já tinha uma grande fila de turistas em sua entrada.
Entramos na fila, pra também poder tirar uma foto com a mão dentro da Boca...
A Bocca della Verità fica na varanda interna da igreja.  Ela é uma curiosa tampa de esgoto do tempo romano, que representa um rosto com a boca aberta. Na Idade Média, os maridos levavam as suas mulheres até à Boca da Verdade, obrigando-as a meterem a mão dentro da "boca" da figura, dizia-se que se a mulher tivesse sido infiel, que a boca encerraria com a mão no seu interior, daí o nome de Boca da Verdade.
Para se conseguir uma foto, paga-se ao porteiro cinquenta centavos de Euro, para que o mesmo usando a nossa câmera realizasse essa com o foco perfeito.
Por fora a Igreja Santa Maria in Cosmedin é bem simples, toda em tijolos aparentes. Foi fundada no século VI, sobre os restos de um edifício romano do século I, provavelmente, uma capela dedicada a Hércules. Em uma das reformas que o edifício sofreu, foi descoberto uma catacumba, que foi preservada e também pode ser visitada (foto abaixo).
A Igreja de Santa Maria in Cosmedin foi doada aos gregos no século VIII, portanto trata-se de um templo Católico Ortodoxo.
O mais notável da igreja é o imponente campanário romântico e o baldaquino gótico do seu interior. Dentro da igreja Em seu interior encontramos fragmentos de mosaicos do século XVIII procedentes da antiga Basílica de S. Pedro.
Em frente à igreja, como comentei anteriormente, na mesma praça da Boca da Verdade, encontramos um templo redondo dedicado a Hércules.
O segundo aoinda não descobri exatamente do que se trata.
Saindo de lá, fomos almoçar. Adivinhem... Pizza, é claro!!!
A idéia era depois entrar no Pantheon, mas como paramos pra fazer algumas comprinhas, acabamos voltando ao Hotel pra pegar nossas malas, para de trem irmos ao Aeroporto pra pegar o avião para Paris.
Passamos um perrengue para embarcamos pois nosso vôo só permitia bagagem de mão, e as mesmas deveriam estar num tamanho e num formato padronizados. Como compramos várias bugigangas tivemos que lançar mão do famoso e providencial "jeitinho brasileiro" para entrarmos no avião sem ter que deixar alguma mala ou pagar uma taxa exorbitante, ou mesmo ter o risco de perdemos nosso vôo.
Mas no fim, com a ajuda de um casal de brasileiros que estavam na fila de embarque, deu tudo certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário