Total de visualizações de página

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PRIMEIRO DIA DO ROCK IN RIO

Não consegui ingresso pro primeiro dia do Rock In Rio. Vou em todos os dias, menos na abertura.
Me deu uma enorme dor de corno quando vi ao vivo pela Tv, Ed Motta, Andreas Kisser e o portugês Rui Veloso (o portuga também é fera) mandando Led Zeppelin, Black Sabbath, Clapton e The Cream.
Foram 55 minutos de Clássicos do Rock and Roll, com direito a uma super banda que contava com o grande baterista Sergio Mello, e ainda mais 3 guitarristas, entre eles Paulinho Guitarra.
O show começou com meia hora de atraso, e pude notar que o público ainda era pequeno na área do palco Sunset às 16h05.
A primeira música apresentada foi "Burn", do Deep Purple, seguida por "Purple haze", de Jimi Hendrix e "Got to get you into my life", dos Beatles.
Rui Veloso, foi apresentado por Ed Motta como uma lenda da guitarra, e no Blues "Stormy Monday" o músico português mostrou boa voz e ótima pegada no instrumento.
Andreas Kisser provou ser um dos maiores guitarristas do país, enquento Ed Motta arrebentava nos vocais em petardos como "Layla", "White Room" e "Black Dog". Todos conhecem Ed por seu lado Soul, mas é bom lembrar que ele é fã do Led Zeppelin desde moleque.Depois as cantoras Bebel Gilberto e Sandra de Sá fizeram um show em homenagem ao amigo "Cazuza", com direito a vários clássicos do Barão e da carreira solo. Também rolaram músicas do repertório de ambas. Foi bacana.

A abertura do palco principal foi bastante emocionante. No telão imagens das edições anteriores do Festival, até que aparece Freddie Mercury cantando "Love Of My Life". Surge no palco Tony Beloto com sua guitarra, e Milton Nascimento visivelmente emocionado homenageando o vocalista do Queen, num belo arranjo executado pela Orquestra Sinfônica Brasileira. Milton levado pela emoção, acabou dando umas desafinadas, mas nada que comprometesse.
Depois no telão surgiram os Paralamas do Sucesso tocando "Óculos" no Rock In Rio de 1985, logo a banda ao lado dos Titãs entraram ao vivo num dos Hinos do Rock Nacional.
Como não podia ser diferente, foi um showzaço, um desfile de hits de duas das maiores bandas do Brasil.
Agora, é sacanagem; um show foda desses e plateia um tanto fria. Não era um publico de Rock. Os caras estão lá pra ver Claudia Leite, Kate Perry e Rihanna. E pior, um showzaço desses servindo de abertura para Claudia Leite. Lamentável...
A galera só se manifestava quando era solicitada, por exemplo quando Branco Mello pediu pra todos baterem palmas em "Marvin".
Paulo Miklos foi ovacionado ao dizer:
"A gente quer o fim da corrupção neste país. Voce tem fome de quê? Voce tem sede de quê?", antes de cantar "Comida".
Sergio Brito ficou com olhos marejados ao ver todo mundo cantando "Epitáfio", depois dele falar: "Eu queria que vocês cantassem essa canção como se ela fosse uma oração."
Depois não perdi meu tempo vendo Claudia Leite. Na verdade dei uma rápida conferida pra ver se ela estava gostosa. Nisso eu tiro o chapéu: bem gostosinha a moça.
Termino o post com o comentário da minha irmã: "Os Paralamas e Titãs podiam abrir todos os dias do Rock In Rio."
É, seria bem bacana...

Nenhum comentário:

Postar um comentário