Total de visualizações de página

domingo, 22 de maio de 2011

20 de Maio de 2011 - PARALAMAS DO SUCESSO EM BANGU - NO VIRADÃO CARIOCA

O "Viradão Carioca" é o primo pobre do "Viradão Cultural" de São Paulo. Muito mais humilde que a versão original paulista; a carioca teve apenas 3 palcos: Bangu, Quinta da Boa Vista e Arpoador.
Fui em Bangu, na Praça do Juras (tradicionalmente conhecido como "Esqueleto") pra conferir os Paralamas do Sucesso, sempre garantia de showzaço.
Infelizmente esqueci de levar a câmera, e fiz um único registro com meu celular (foto acima).
Cheguei quando estava tocando Pique Novo, e para meu espanto e admiração, o público estava literalmente cagando para o show dos pagodeiros; a ponto do apresentador pedir palmas ao fim da apresentação. A galera queria o Rock dos Paralamas, e principalmente do Charlie Brown Jr.
Herbert, Bi e Barone mais uma vez esbanjaram competência e desfilaram seu batalhão de hits de todas as fazes, divulgando seu CD e DVD "Multishow Ao Vivo - Paralamas Brasil Afora".
O som teve várias falhas, com a excelente equipe técnica paralâmica tirando leite de pedra pra sanar todos os problemas. Mas pelas condições e pelo tipo de evento, ficou num nível satisfatório. Sendo o mais lamentável foi a guitarra de Herbert ter ficado quase inaudível durante o majestoso solo de "Lanterna dos Afogados".
É sempre uma aula ver João Barone em ação. Depois de tantos shows que assisti dos Paralamas desde os Anos 80, ainda me impressiono com esse cara tocando bateria. Segurança, precisão, pegada, bom gosto, técnica, viradas espertas, um bumbo duplo aqui e ali, e sempre muita criatividade o fazem um dos maiores bateras do Brasil.
Bi Ribeiro sempre discreto, mas desempenhando o papel fundamental de manter o groove da banda com seu baixo tradicionalmente super grave que bate forte no peito do espectador.
Como já disse em outras postagens, a melhor frase que define Herbert Vianna é de autoria do músico argentino Fito Paez: "Ele é uma força da natureza, assim como temos o vento e o mar...". E isso é a mais pura verdade, o líder dos Paralamas, mesmo limitado em uma cadeira de rodas, comanda as massas, canta e demonstra a mesma pegada de grande guitarrista.
Vou parar de babar ovo pra simplificar e dizer que o show foi muito foda, como já era esperado.
A nota tragicômica foi a baquetada que minha irmã levou no rosto, após Barone ter joagado ao público uma de suas baquetas ao público. Só não a machucou muito, porque antes de atingí-la, o objeto acertou uma senhora.
Acabei não assistindo o Charlie Brown Jr que tocou na sequência do evento. Não gosto muito da banda, mas estava a fim de dar uma conferida. Mas fui arrastado pra casa pela irmã e namorada logo que os Paralamas encerraram o Bis, com o clássico "Vital e Sua Moto".
SETLIST:
1- Sem Mais Adeus
2- Pólvora
3- O Beco
4- Ela Disse Adeus
5- Cuide Bem do Seu Amor
6- Melo do Marinheiro
7- Você / Gostava Tanto de Você
8- Perplexo
9- A Lhe Esperar
10- Calibre
11- Meu Erro
12- Lanterna dos Afogados
13- Caleidoscópio
14- La Bella Luna
15- A Novidade
16- Loirinha Bombril
17- Alagados
18- Uma Brasileira
19- Sonífera Ilha
20- Ska

Bis:
21- Óculos
22- Vital e Sua Moto

2 comentários:

  1. Oi... Show foda, no doubt! Só faltou msm Un dias pra completar o pacote =)
    Ver Charlie Brown?? Tá de pilha, né? Pra quê ver o Chorão berrando e falando palavrão? A gente ia era levar porrada, isso sim!

    Já sei, vc vai dizer que eu gostava antes e bla bla bla. Me limito a responder que não era de todas as músicas que eu gostava e minhas preferências hoje não são as mesmas,ok? rs

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Mell,
    faltaram várias músicas, e sempre vai faltar, a não ser que façam um show de 4 horas de duração.
    E pra mim é novidade que vc gostava de Charlie Brown Jr.
    Eu tenho o segundo e terceiro CD deles.
    E até gosto do segundo disco...
    Beijos

    ResponderExcluir