Total de visualizações de página

quarta-feira, 11 de maio de 2011

30 ANOS DE BOB MARLEY NO PARAÍSO RASTA

Há exatos 30 anos, morria Bob Marley. Nascido em em Rhoden Hall (Jamaica), após a morte do pai, foi morar em uma favela de Kingston em 1955.
Começou sua carreira musical bem cedo, já em 1963, com Bunny Wailer e Peter Tosh, Marley formou o grupo Wailing Wailers, que a partir de 1967 passaram a se chamar Wailers.
Apesar de fazer sucesso na Jamaica e no Caribe, o The Wailers ainda era pouco conhecido no resto do mundo; até que em 1973, o grupo lançou o disco "Catch A Fire", alcançando sucesso mundial e popularizando o reggae na Europa e nos Estados Unidos.
No mesmo ano eles lançaram "Burnin", que trazia o hit "I Shot The Sheriff". Eric Clapton a gravou em 1974, no disco "461 Ocean Boulevard", atingindo o primeiro lugar na Bilboard. O fato de ter feito muito mais sucesso com Clapton do que na sua versão original, deicou Marley bastante incomodado.
Em 1975, Bob Marley e sua banda alcançaram o primeiro lugar das paradas britânicas com "No Woman No Cry".
As letras de suas canções eram fortes, com conatações políticas e religiosas altamente influenciada pela doutrina Rastafari, que pregava entre outras coisas, a igualdade racial, e volta dos negros para a "Mãe África". Falava sobre a opressão que os negros e pobres sempre sofreram. Mas também cantava o Amor, a liberdade e a Justiça, três valores básicos que sempre pregou em sua vida.
Por sempre defender seus ideais nas músicas e em entrevistas, Bob Marly sofria forte perseguição. Até que em 1976, antes de se apresentar na Jamaica, o cantor, sua esposa, e os amigos Michael Manley e Don Taylor foram baleados na casa de Marley por motivações políticas.
Tamanha violência fez com que decidisse sair da Jamaica e morar na Inglaterra, onde gravou os LPs "Exodus" e "Kaya". Na terra da Rainha sofreu outro tipo de perseguição, problemas pelo seu amor declardo à maconha, levando várias vezes a ser preso por porte da erva.
Nesse mesmo ano o Wailers foi eleito "Banda do Ano" pela revista Rolling Stone.
George Harrison e Bob Marley

Em 1977 ele descobriu uma ferida no dedo que não cicatrizava e foi diagnosticado com câncer de pele. Como era adepto do movimento rastafári, recusou-se a amputar o dedo.
Um ano depois, Bob Marley ganhou a Medalha da Paz, oferecida pela ONU, como reconhecimento de sua contribuição na divulgação do pacifismo.
Em 1979 os Wailers lançaram "Survival" e cantaram na África, o único continente em que o grupo ainda não havia se apresentado. No ano seguinte, Bob Marley foi convidado a se apresentar com sua banda na cerimônia de independência do Zimbábue.
Após um série de shows, ele adoeceu e o câncer se espalhou pelo cérebro, pulmão e estômago. Até que não resistiu e morreu no dia 11 de maio de 1981, aos 36 anos, em Miami.
Um verdadeiro alerta para os fãs da "erva que passarinho não fuma", que acham que fumar maconha não causa câncer.Bob Marley, Mick Jagger e Peter Tosh

Bob foi casado com Rita Marley, uma das I Threes,que faziam backing vocals para os Wailers. Ela foi mãe de quatro de seus doze filhos (dois deles adotados). Os renomados Ziggy Marley e Stephen Marley continuaram o legado musical de seu pai na banda Melody Makers. Outros de seus filhos, Kymani Marley e Damian Marley também seguiram carreira musical.
Bob Marley, ao lado de Tom Jobim e Carlos Santana, é um dos artistas do Terceiro Mundo que mais conseguiu influência na música Pop. É o músico de Reggae mais famoso, tem um verdadeiro legado musical e filosofal que a cada dia arrebata mais fãs e conquista novas gerações, da mesma forma que outras grandes estrelas da música como Beatles, Elvis Presley, Michael Jackson e Led Zeppelin.
Marley, nunca se apresentou no Brasil, mas fez uma única visita ao país em Março de 1980, para participar da festa que inaugurou as atividades do selo alemão Ariola.
No evento ele jogou futebol com Chico Buarque, Toquinho, Alceu Valença e com o craque Paulo César Caju.
Vale a pena dar uma lida no site BIG MARLEY , onde é contado detalhes sobre o jogo, e sobre o amor do Rei do Reggae ao futebol e a Seleção Brasileira. Nesse dia, foi presenteado com uma camisa do Santos, time de Pelé; mimo de Rei para Rei.

Chico Buarque e Bob Marley


Nenhum comentário:

Postar um comentário