Total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

CREEDENCE CLEARWATER REVISITED: Isso é uma cilada, Bino!

Creedence Clearwater Revival é uma das maiores bandas de todos os tempos, sem dúvida. Formada pelos irmãos John (guitarra e vocais principais) e Tom Fogerty (guitarra), com Stu Cook (baixo) e Doug Clifford (bateria), tocavam juntos desde 1959, usando outras denominações. Adotaram o nome Creedence Clearwater Revival só a partir de 1967, lançando as primeiras gravações em 1968, e alcançando sucesso imediato. Você deve conhecer vários de seus clássicos: "Proud Mary", "Green River", "Hey Tonight", "Have You Ever Seen The Rain?", "Born on the Bayou", "Bad Moon Rising", "Lodi", "Fortunate Son", "Travelin' Band", "Who'll Stop the Rain", "Long As I Can See the Light", "Susie Q", "I Heard It Through the Grapevine"...
A banda atingiu o topo das paradas, conquistou o mundo todo, e se tornou uma das mais influentes. Mas infelizmente em 16 de outubro de 1972 foi anunciado oficialmente o fim de Creedence Clearwater Revival .
A partir daí John Fogerty começou sua carreira solo. Em 1974, todos os membros da banda participaram das gravações do álbum solo de Tom Fogerty, "Zephyr National". Tom viria a falecer em 1990, vítima de tuberculose, em consequência da AIDS.
Desde então reuniram-se eventualmente em 1995 para aparições em festivais diversos. Só que John Fogerty desistiu de continuar, e foi aí que Stu Cook e Doug Clifford montaram uma banda, e malandramente deram o nome de Creedence Clearwater Revisited, com o repertório formado exclusivamente por canções de seu grupo antigo. Chegaram em 2006 a fazer uma turnê pelo Brasil. Também fazem parte do grupo Steve Gunner (guitarra, teclados), Tal Morris (guitarra, voz) e John Tristão (voz, guitarra, gaita).
Acontece que o tal Creedence Clearwater Revisited fará uma nova tour pelo Brasil em Março, e estão promovendo os shows como se fosse da banda original. Os desavisados vão comprar gato por lebre.
John Fogerty era o líder, o compositor, a guitarra e a voz do Creedence. Não ter John na na formação é a mesma coisa do que se o Dire Straits voltasse sem o Mark Knopfler; e o pior que isso já aconteceu: The Straits é o grupo formado por ex integrantes do Dire Straits que se juntaram para excursionar pela Europa, no ano passado.
Até acredito que o show do Creedence Clearwater Revisited seja bom, afinal o repertório ajuda muito. Mas é impossível ser no mesmo nível que a maravilhosa apresentação que assisti do John Fogerty no ano passado, confira a resenha 6 de Maio de 2011 - JOHN FOGERTY NO CITIBANK HALL (RJ)

9 comentários:

  1. SASAHHOIASHIAOHSAOSHIAH esse bordão é meu porra!

    Daniel Demetrio

    ResponderExcluir
  2. Não seria do Fagundes, afinal ele era o Pedro =P

    Mellissa Martins

    ResponderExcluir
  3. john tristão melhor que john forgety

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante...
      Quer dizer que John Tristão consegue ser melhor que o original? Já que ele não faz outra coisa além de imitar Fogerty

      Excluir
  4. grande show em porto alegre, no dia 15 de março. digo ontem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro, como escrevi no potm náo duvido que o show tenha sido bom, ate pq o repertorio é excelente,
      Abraço

      Excluir