Total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

MAIS PAUL MCCARTNEY - FALTAM 11 DIAS...

A essa altura Paul já deve estar em Bueno Aires, depois de ter tocado em Porto Alegre. Foi seu primeiro show no Brasil, 17 anos depois, com uma apresentação de quase 3 horas de duração, tocando o setlist idêntico aquele que coloquei na postagem PROVÁVEL SETLIST DOS SHOWS DE PAUL MCCARTNEY NO BRASIL .
O repertório é excelente, mas queria que fossem incluídas pelo menos "Maybe I'm Amazed", "Silly Love Songs", "This Never Happend Before" e "No More Lonely Nights" da fase solo; e "Oh Darling" dos Beatles, que tem gente que acha que Paul não tem mais gogó pra cantar esta, mas eu acho que tem. Pô, o cara tem pulmão pra mandar no final do show "Helter Skelter" e "Sgt.Pepper's".
Vai ser complicado segurar a emoção quando eu estiver no Morumbi, realizando o sonho de assistir Paul McCartney em pessoa tocando e cantando canções que amo e sempre fizeram parte da minha vida. Fico com os olhos lacrimejando só em ver no youtube aos videos de baixa qualidade do show de Porto Alegre...
Voltando aos gaúchos, Paul surpreendeu até mesmo sua própria equipe ao convidar duas meninas da plateia para subir ao palco, próximo ao fim do show.
"Não me culpem. Cada uma quer um autógrafo no braço para que possam cobrir com uma tatuagem. Tragam-nas aqui", disse o músico para o até então incrédulo estádio. E sob os cerca de 50 mil olhares que lotavam o lugar, assim o fez.
As jovens Elisa Delfino e Ana Paula Hining (ambas com 18 anos) foram as contempladas que ganharam de Paul McCartney um autógrafo no braço. Ambas abraçaram e beijaram o ídolo. Elisa, de Porto Alegre, pediu ainda que ele desenhasse um coração ao lado da assinatura.
“Cheguei aqui na quinta-feira. Eu era a primeira da fila, mas umas 40 pessoas passaram na minha frente na abertura. Entrei e fiquei apavorada, achando que eu ainda estava muito longe do palco. Algumas pessoas me viram com o cartaz e me deixaram passar na frente. Quando o Paul McCartney olhou para mim, eu não conseguia acreditar”, contou Elisa, que já na segunda fez uma tatuagem sobre a assinatura do cantor (foto abaixo).

Aproveitando, aí está na íntegra a entrevista que Zeca Camargo fez com Paul, e foi exibida nesse fim de semana na GloboNews:

Um comentário: