Total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de março de 2011

SHOW DE INCOPETÊNCIA: PRODUÇÃO DO IRON MAIDEN E HSBC ARENA

Ao chegar nas proximidades do HSBC Arena avistei o caos. Fila quilométrica de gente querendo entrar, o que dificultava a passagem dos carros para o estacionamento. O show do Iron Maiden estava marcado para as 20 30h, mas já passava das 21h e eu e meus amigos ainda estávamos do lado de fora.
Com isso perdemos a banda de abertura, Shadowside, que devia entrar no palco as 19h33,mas acabou passando para as 20h.
Havia uma entrada única para todos os setores, dessa forma milhares de pessoas enfrentavam uma fila enorme que andava muito devagar, pois os seguranças faziam revista em cada um que entrava. De repente a fila começou a andar mais rápido; motivo: a revista não era mais feita, era pedido apenas que os homens levantassem suas camisas e as moças passavam direto.
Por falar nas mulheres, elas ainda são minoria nesse tipo de evento, proporcionando uma cena rara, mas muito comum em shows de Heavy Metal: filas enormes para o banheiro masculino, enquanto que o feminino ficava quase que vazio.
Às 21h20, com quase uma hora de atraso, as luzes se apagaramentrou e aparece nos dois telões laterais imagens que sugeriam viagens espaciais, com o playback com a intro de “Satellite 15... The Final Frontier”, do novo álbum. Depois de quase cinco minutos depois a banda entra ao vivo, na segunda parte da canção, levando a galera ao delírio.
Logo no início, Bruce Dickinson parou de cantar e começou a pedir calma, falando para o público dar um passo para trás para não ferir ninguém. O resto da banda continuou tocando a música até o fim, enquanto Bruce ficava olhando o lado direito do palco. Quando a banda parou, Dickinson avisou que uma parte do palco tinha se quebrado, e que voltariam em 10 minutos para que consertassem o problema.
O problema foi que a grade de proteção do lado direito do palco quebrou logo na primeira música, pois na área da pista Vip, apesar do espaço confortável, muita gente se comprimiu na frente do palco e a grade não aguentou.
Os 10 minutos viraram 40, até que o vocalista e uma intérprete deram a notícia que o show teria que ser cancelado por falta de condições de segurança. O engraçado é que a galera ouvia a fala de Bruce com todo respeito, e dava uma sonora vaia quando a tradutora tentava falar, como se a culpa fosse da moça.
O cantor do Iron Maiden pediu calma na saída, falou que os brasileiros são os melhores fãs, e mostrou preocupação de que ninguém se ferisse. Ele pediu que ninguém quebrasse nada na saída para que o show pudesse acontecer na noite desta segunda no mesmo horário. Saí fora o mais rápido possível com medo de tumulto, e vi pessoas quebrando cartazes e chutando portas. Entendo a indignação mas repudio o vandalismo.
É lamentável que um descuido desses na estrutura e falta de organização aconteçam mum evento que cobra ingressos tão absurdamente caros. O show já estava marcado num dia ruim (domingo), e foi remarcado pra uma pior.
Fora os transtornos pras mais de 12 mil pessoas quem chegaram cedo, enfrentaram fila, gastaram grana com condução e em estacionamento caríssimo. Mais lamentável ainda para aqueles que vieram de outros Estados e vão gastar ainda mais com hotéis e troca de passagens.
Além de ser raro que as grandes estrelas do Rock mundial passem pelo Rio de Janeiro, os fãs cariocas ainda enfrentam esse tipo de "perrengue". Parece uma sina, como se Rockeiro carioca só tivesse uma coisa a mais que os outros:
"TEM MAIS É QUE SE FODER".
Sou Rockeiro, moro no Rio, e não quero passar por isso, e também não mereço ir num evento de "Rock" pra ver Ivete Sangalo e Cláudia Leite.
PQP! Salvem o Rock no Rio de Janeiro!
Bruce e a tradutora Fabiana explicando porque o show seria adiado

2 comentários:

  1. só um detalhe o palco não quebrou, foi a barreira de proteção

    ResponderExcluir
  2. Caro Anônimo,
    aonde você leu nessa postagem que foi o palco que quebrou?
    Leia com atenção o que eu escrevi:
    "O problema foi que a grade de proteção do lado direito do palco quebrou logo na primeira música, pois na pista Vip, apesar do espaço confortável, muita gente se comprimiu na frente do palco e a grade não aguentou."
    De qualquer forma obrigado pela visita.
    Abraço

    ResponderExcluir