Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de abril de 2012

31 de Março de 2012 - Pearl Jam Cover Brasil na Lona de Jacarepaguá (RJ)

Eu já estava bem de saúde, mas ainda me recuperava da lombeira que a Dengue tinha deixado em meu corpo. Portanto, no sábado a noite eu queria mais era ficar em casa. Mas a Mell não deixou, e fui arrastado pra Lona Cultural Jacob do Bandolim, pro show da banda Pearl Jam Cover Brasil.
Definitivamente não sou fã do Peral Jam. Já deixei aqui no Blog minhas opiniões sobre os caras, mas vou repetir algumas observações...
Adoro o "Ten", álbum de estréia da banda; grande disco, com excelentes músicas, riffs maravilhosos. Um dos melhores CDs da década de 90. O problema é ao longo do tempo, o Pearl Jam foi ficando chato. Principalmente quando Eddie Vedder assumiu o comando do grupo e o controle criativo. Mas de qualquer forma considero Vedder um dos maiores vocalistas da história do Rock; e respeito muito o Pearl Jam, porque sempre se mantiveram fiéis aos seus princípios, e durante toda a carreira sempre lutaram pelas causas justas e importantes, como no episódio em que a banda comprou briga com as Mega empresas vendedoras de ingressos de shows.
Mas voltando ao assunto incial, não estava na Lona de Jacarepaguá por vontade própria, e dá pra imaginar que não estava de bom humor. Mesmo com essas condições não muito favoráveis, acabei curtindo o show do Pearl Jam Cover Brasil.
Mesmo se apresentando com um baterista substituto temporário, o grupo tocou todo o repertório com bastante segurança. O destaque é o guitarrista Alexandre Cabide, que mandou bem tanto reproduzindo os solos originais, quanto em alguns improvisos.
O vocalista Tande Coelho faz a voz bem parecida com a do Eddie Vedder. Além disso, assim como o ídolo, está sempre com uma garrafa de vinho ao lado. Ele dá um deslize aqui outro ali na afinação, mas nada que comprometa muito, e consegue se sair muito bem no geral. Seu outro grande trunfo é a simpatia. Tande conversa bastante com a galera, brinca e tenta com sucesso animar o pequeno público da Lona, em sua maioria formado por adolescentes.
E foi isso o que achei mais bacana, ver a molecada curtindo o Rock and Roll. Os garotos pularam e cantaram o show todo, e arriscavam umas "rodinhas de porrada". A todo momento chegavam na beira do palco pra apertar a mão do vocalista, o que culminou com um mosh dado pelo cantor, que deixou os moleques alucinados.
Infelizmente é cada vez mais raro esse tipo de cena, já que os adolescentes de hoje parecem mais interessados em Michel Teló. Uma pena...


Pra saber mais sobre o Pearl Jam Cover Brasil entre no site da banda.

4 comentários:

  1. Que sucinto! rsrs. Mas sabia que vc tinha curtido... No próximo a gente vai de novo!!

    Bjs

    ResponderExcluir