Total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

09 de Agosto de 2009 - SHOW DO PEPEU GOMES NA LONA CULTURAL DE JACAREPAGUÁ


Eu havia tocada na Lona Cultural Jacob do Bandolim (em Jacarepaguá) com minha banda, a Crossroads, no dia 6 de Agosto, aí fiquei sabendo que dois dias depois haveria show do grande Pepeu Gomes no mesmo local. É claro que não podia perder, afinal Pepeu é um dos melhores guitarristas do mundo, e sua apresentação, ao lado de Armandinho na Tenda Brasil do Rock In Rio III, foi um dos melhores shows que vi na vida.

Levando o projeto "Pepeu Gomes canta Novos Baianos" para as Lonas Culturais, a de Jacarepaguá foi a terceira e úlltima parada. O público era de pouco mais de 200 pessoa; sem dúvida, uma atração de peso como essa merecia casa lotada.
Acompanhado por uma banda só formada por monstros sagrados como Repolho(Percussão), seu irmão Jorginho Gomes (Bateria) e seu sobrinho André Gomes(Baixo) - completava o time um novo e talentoso guitarrista que infelizmente não gravei o nome - Pepeu abriu com "Dê um Rolê", grande sucesso dos Novos Baianos que a galera cantou com vontade o refrão: "Eu sou, eu sou, eu sou Amor da Cabeça aos Pés". Na sequência ele presta a tributo a Jimi Hendrix com "Fire", e a Chico Science com "A Cidade" . Impressionante o peso e a pegada do show, Rock and Roll de verdade.
Ele anuncia "Um Bilhete Pra Didi" (de autoria de Jorginho Gomes), a primeira instrumental da noite; ele explica que esssa música foi composta como uma carta para convidar seu irmão Didi Gomes para substituir Dadi nos Novos Baianos.
No meio da apresentação houve uma parte acústica aonde Pepeu mostra no violão a mesma desenvoltura e pegada que tem na guitarra. Foi aí que rolaram "Garota Dourada" (Wander Taffo/Nelson Motta), "Preta Pretinha" (Luiz Galvão / Moraes Moreira) e "Alma" sua parceria com Arnaldo Antunes e que fez muito sucesso na gravação de Zélia Duncan.

É claro que foram tocados sucessos da sua carreira solo: "Eu Também Quero Beijar", "Deusa do Amor", "Mil e Uma Noites de Amor", "Fazendo Música Jogando Bola", mas a platéia foi ao delírio mesmo no hino dos Novos Baianos "Mistério do Planeta" .
Em "Brasileirinho", chamou ao palco seu filho mais novo pra dar uma canja na guitarra, e como não podia deixa de ser o moleque leva jeito.
Encerramdo com chave de ouro, Pepeu tocou "Malacaxeta", a sua música intrumental mais conhecida.
O Baixista André Gomes

Por mais que eu já tenha o visto várias vezes ao vivo, sempre fico impressionado e fico extasiado com tanta habilidade na guitarra, presença de palco, e energia desse cara. Além disso, os músicos de sua banda são de primeiríssima qualidade. Jorginho e Repolho arrebentando, formando uma dupla infernal, com viradas perfeitas, passeando por inúmeros ritmos: do maracatu ao heavy metal, dos ritmos caribenhos ao samba, sempre com muito peso. André simplesmente destruiu no contra-baixo: solos belíssimos, slaps swingados, tudo com muita elegância e precisão.
Foi sem dúvida o melhor show que vi na Lona esse ano.
Pepeu é Foda!!!

Destaque para as belas fotos feitas pela Mell.

3 comentários:

  1. Ô, eu sou muito fotógrafa ¬¬
    Obrigada pelos créditos, gatão!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. O baixista dele é fera não sacia que era seu sobrinho!
    está muito bom o seu blog!
    Carlos Perez

    ResponderExcluir
  3. Oi Carlos,
    o Baixista é fera mesmo. Na verdade a banda toda é foda.
    Valeu pelo elogio. Sua opinião vale muito pra mim, pois sei q vc conhece muito do assunto.
    Abraço

    ResponderExcluir