Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de agosto de 2010

YOKO ONO TENTA IMPEDIR A CONDICIONAL DE ASSASSINO DE LENNON

Yoko Ono comunicou, por meio de seu advogado Peter Shukat, que se opõe a redução de pena e permissão de liberdade condicional para Mark David Chapman, assassino confesso de John Lennon. A viúva do cantor, morto a tiros por Chapman em dezembro de 1980, em Nova York, alega que pode correr risco de vida, caso o criminoso receba ordens para cumprir o restante de sua pena em liberdade.

Chapman, que obteve a permissão de recorrer a sua sentença a cada dois anos, irá se reunir com membros da Junta de Liberdade Condicional de Nova York na segunda semana de agosto para solicitar pena mais branda. Sentenciado a prisão perpétua (dependendo de seu andamento carcerário), Chapman tenta aliviar o cumprimento judicial desde o ano 2000. A próxima reunião, a sexta do criminoso, pode mudar tudo, caso ele consiga o beneficio da condicional.

Via representantes, Yoko Onu anunciou que não mudará de opinião, e vai continuar se opondo a ideia de Chapman deixar a prisão. O principal receio da viúva é que o assassino de seu ex-marido tente fazer o mesmo com ela e seus filhos.

Eu particularmente espero que ele apodreça na prisão

2 comentários:

  1. eu particularmente adoraria que ele saísse e pelo menos cortasse a língua dessa idiota que "se acha" grande coisa! puta velha chata!

    ResponderExcluir